segunda-feira, 18 de agosto de 2008

Qual a diferença entre união estável e concubinato?

Leia a atualização dessa postagem clicando aqui 


A diferença está na possibilidade da realização do casamento das pessoas envolvidas no relacionamento.

A união estável é configurada na convivência pública, contínua e duradoura e estabelecida com o objetivo de constituição de família e não se constituirá se ocorrerem os impedimentos para o casamento (artigo 1.521 do Código Civil), com exceção da incidência do inciso VI (desse artigo 1.521 do Código Civil) no caso de a pessoa casada se achar separada de fato ou judicialmente, conforme determina o artigo 1.723, parágrafo 1º, do Código Civil.
O concubinato é caracterizado pela relação não eventual entre o homem e a mulher, impedidos de casar, conforme artigo 1.727, do Código Civil.

Clique aqui para visitar o site da Advogada Ana Lucia Nicolau

31 comentários:

Lord_nick disse...

Vc esta correta!!! :P

www.bloganerd.blogspot.com

Shirukaya disse...

Essas coisas sobre concubinato e uniao estavel dao eh muita dor de cabeça pra nos q trabalhamos em conselho tutelar... Rsrsrsrs..
Mas fazer o q? Nosso trabalho eh sempre pra buscar melhores soluçoes para as partes envolvidas.

Gde Abraço!

Gambilandia disse...

Bom post, assim eu fico sabendo o q fazer depois q casar :P

Murilo disse...

Bastante informativo.Gostei

Erich disse...

Saí de uma união estável de 3 anos ... mas foi tudo acertado numa boa, sem brigas.

Seu blog como sempre lendo meus pensamentos....!!!!

Jonatas Fróes disse...

Mais um post que só me faz acredita que casar não é uma boa coisa a se fazer na vida hahahahaha xP

Muitas complexidades envolvendo um relacionamento amoroso.

;*

http://musica-holic.blogspot.com/

Luciana disse...

Mais uma vez, uma ótima postagem, com ótimas informações. Seu blog é uma grande prestador de serviços para a comunidade da internet!

Acho legal quando vc põe no orkut: "Não dê calote!". É incrível, como até nesses casos tem um monte de gente caloteira mesmo. Se fazem isso com os comentários de um blog, imagina então com o restante...

abs

http://curiososecia.blogspot.com/

Eurotica. disse...

hey ana lucia, extremamente interessante e útil o seu blog, vou até passa-lo pra uma amiga minha que curte muito o tema. Parabéns

Jana Cambuí disse...

Legal, informativo!

Wander Veroni disse...

Oi, Ana Lúcia!

Os seus esclarecimentos são mtos úteis pq nem todas as pessoas sabem a diferença entre estes tipos de relações e a divisão de bens entre os herdeiros.

Aqui, quero lhe convidar para passar no meu blog, o Café com Notícias.

Abraço,

=]
__________________________
http://cafecomnoticias.blogspot.com

P. Florindo disse...

Interessante pois poucas pessoas tem acesso à essas leis. Talvez se o acesso fosse maior, houvesse menos confusão e menos pessoas querendo passar a perna em quem não tem esse conhecimento.

Quanto a união estável, ela ainda não serve para mim. =/

Yuri disse...

Nossa! Bom saber... Estava por fora dessa. Nem sabia desse termo, até entao era junto, ou como diz minha avó: "amontuado".

Então se for assim, conheço gente vive um concubinato...!
Ótimas informações, mesmo! :)

...
Obrigado pelo comentário no meu blog!
É... A princípio é pra ser uma letra de música... Mas por enquanto é apenas uma idéia! :)

VLW!

Edu França disse...

Esta luta pelos disreitos é bonita, que o povo te veja, pq esse precisa saber disso ao por menor!

Paulão Fardadão Cheio de Bala disse...

Ah, casar é ultrapassado.

Victória D. disse...

Grande motivo para dor de cabeça, isso sim. Bem, acho que é sempre bom ter mais informações.

Abraços.

Nany Mckenzie disse...

E eu me pergunto se vale a pena casar !? rs

;*

Karina disse...

de novo por aqui!
Muito bom esse tipo de post!
bj

Luiz Carlos disse...

Post veio na hora certa. Estou começando direito de familia esse semestre e reconheço q esse post esclareceu muita coisa^^


Abraço
http://vcprecisaver.blogspot.com/

Patrycia disse...

Não sabia dessa diferença, não!

Adorei a idéia do slide. Sempre ficava sem saber como organizar os selos... Vou "copiar". rsrs

Aquele que anda no Vidro disse...

Opa!
então da p estar envolvido ao mesmo tempo com união e concubinato né?

e se eu for casado com 2 mulheres?
no caso, morando com ambas a 2 anos, e mantendo relações com ambos?
=p

o que o código civil diz sobre isso?
xD

abraços.

Guilherme disse...

Legal, por colocar, estas informações de forma clara e que todo mundo entende, muito bom!!

Site Infomaniaco

Felithy disse...

Nen sabia que existia esse tal de concubinato


mas atraves do seu blog eu fui saber



Ps: na comunidade coloca direto o link do seu blog, porque minha net e discada e custa pra carregar

Anizio Carlos da Silva disse...

Cara Ana Lucia, é legal ver esse tipo de blog, bem informativo e esclarecedor sobre um tema tão enfadonho.

Uma opinião: acho que além das notícias de outros sites sobre sua profissão, seria interessante ver também mais seus comentários sobre os temas abordados.

Um abraço.

www.blogdosantinha.com

Eri Kay, Blog da Eri disse...

Olá, Ana Lucia.

Bem bacana seu blog e também o fato de vc abordar diversos temas.

Sempre que tiver alguma dúvida na área, te consultarei!

Parabéns!

riq15 disse...

nunca tinha ouvido falar dessa coisa de concubinato
x___x
mas é bom saber dessa diferença
lol

Ellen Regina disse...

Confesso q nunca soube da existência dessa distinção. Aliás, nunca soube o q era concubinato.

Seu blog deveria receber o mérito de utiidade pública!

hahauhauahauahaauhaua

Duda disse...

muito informativo adoreiiii!!!

claudio disse...

rio,14/02/09

OLá Mria Lúcia as informações são de grande valia.

parabéns

Renata disse...

Gente, achei que o termo concubinato tinha caído em desuso. Adorei a informação!

Francorebel disse...

Muito legal e importante divulgar essas informações de fontes seguras... valeu!

Anônimo disse...

Se o concubino falecer, a concubina tem direito ao imóvel habitado por eles? PS. o falecido deixou filhos maiores.