sexta-feira, 14 de novembro de 2008

Quando ocorre a guarda compartilhada de filho de pais que não vivem juntos?



A guarda compartilhada ocorre quando o pai e a mãe participam ativamente da convivência e das responsabilidades quanto ao filho comum, permitindo que a equiparação de direitos e deveres desses pais seja o ponto de partida para a condução do dia-a-dia da criança.
A definição legal de guarda compartilhada está contida no parágrafo 1º, artigo 1.583, do Código Civil, que indica
"Compreende-se por guarda unilateral a atribuída a um só dos genitores ou a alguém que o substitua (art. 1.584, § 5º) e, por guarda compartilhada a responsabilização conjunta e o exercício de direitos e deveres do pai e da mãe que não vivam sob o mesmo teto, concernentes ao poder familiar dos filhos comuns."

35 comentários:

Mr. e Mrs. Ironia disse...

A guarda compartilhada é um instituto de todo interessante. Mesmo com os pais separados, a criança pode ter o sustento, não só financeiro, mas afetivo de uma maneira quase igual a se os pais morassem juntos [mas claro que isso é relativo...]
Ótimo blog.

Luciana disse...

Seu blog, como sempre, ótimo! Conheço várias pessoas que tem a guarda compartilhada e vejo que essa é a melhor saída principalmente para os filhos!

bjs

Luciana disse...

Consegui comentar normal no seu blog e em outros tb... mas não tem problema, outra hora vc comenta lá.

bjs

Pedro Junior disse...

Olá bacana achei bem interesnte, ótimo a informação...

T+
Abraços

30 e poucos anos. disse...

Eu acredito que a compartilhada é muito melhor ...

jαnα ¦D disse...

Também acredito que a guarda compartilhada é o melhor, tanto para a criança quanto para a família em si (claro, levando em consideração o modo no qual ocorreu a separação). Desse modo, a criança não sente a tristeza de ver seus pais separados e continua a ter a mesma vida de sempre, com poucas modificações; afinal, a família não acabou, apenas se abriu para adquirir novas raizes :D

Abraços.
='-'=

http://nerdezasaleatorias.blogspot.com/

SohTralhas disse...

Compartilhada é MUITO melhor!!

EU Q DIGA!

Alex disse...

Ótimo blog!
Meus parabéns, seus textos são ricos e muito bem escritos.
Abraços,
alex

Vinny disse...

Já era pra ter virado lei.
Nada mais que justo, pois ambos amam seus filhos e os querem o manter por perto...

Bjs.

THIAGO PAULO disse...

Acho a guarda compartilhada muito interessante, pois, tanto o pai como a mãe tem o direito de conviver com o filho. E isso pode ajudar a criança a superar o trauma da separação dos pais... porque existe o trauma, sim! e normalmente os pai só pensam em si próprio!

Abraços...

Tony Prado disse...

Os textos deste blog são bem claros, tão claros que cresce ainda mais a minha vontade de ser colega de Ordem da autora. :P Beijos à ela!

Kacau disse...

Ana, e quando o pai não quer saber da responsabilidade e diz ter um filho só por ter? eu sei que não é sobre isso o texto, mas acredito não sou a favor da guarda compatilhada por motivos pessoais.

http://messnatural.blogspot.com/

L ! disse...

Acredito que seja de suma importância a participação de amnos, na criação das crianças!

[ Ótima informação! ]

=***

amandaedalete disse...

Eu gostei dessa Guarda compartilha da parece ser muito bom mesmo :D

Nataly disse...

Ana Lúcia, seu blog está muito interessante, parabéns! Bem esclarecedor, e de um jeito fácil de entender.

Quanto à guarda compartilhada..é inocência acreditar que, dessa forma, uma criança terá a vida normalmente, como uma com ambos os pais juntos teria.

Claro que ela tende a crescer melhor que aquela cuja guarda é dada à um só pai, mas..

Nunca é o "ideal".

Olhar disse...

Acho interessante a guarda compartilhada porque ela visa o interesse da criança em si que, por sua vez, não terá (em tese) traumas quanto a separação fisica dos pais. Isso, é claro, levando-se em consideração que pai e mãe devem ter um bom relacionamento pós-divórcio, o que facilita as coisas no dia-a-dia. Lembro de ter ouvido um termo num filme (acho que é ``Juno``) que me chamou a
atenção. Fala-se sobre divórcio colaborativo. Esse termo também pode ser usado em casos assim de guarda compartilhada?
abraços e obrigado pela visita ao Olhar Receptor, fico muito feliz...vamos manter contato?

CIA disse...

Este blog realmente é muito bom....o
^^

guh disse...

quando eu tiver um filho e me separar, eu penso nisso :D

Homenzinho de Barba Mal feita disse...

É interessante a guarda-compratilhada. No meu caso, a minha mãe pediu o divórcio ao meu pai, quando eu tinha um ano. E seria interessante se eu tivesse crescido próximo ao meu pai.
Mas de qualquer forma não daria certo, pelo fato da minha mãe ter vindo para São Paulo, deixando meu pai em Salvador...


http://hdebarbamalfeita.blogspot.com/

vinicius disse...

Acho a melhor coisa para filhos!

gostei do seu blog!

nunca tinha visto um com esse tipo de assunto!


passa lá

http://som10.blogspot.com

luciana disse...

acho que a ideia é boa, pois antes o pai se afastava do filho, e gerava muitas intrigas caso o casamento terminasse mal. O filho acabava achando que a verdade era somente dauqele que ele vivia mais, pois nao tinha convivencia com o outor pra ter percepção do certo e do errado de ambos os lados

disse...

(Parênteses)
Parabéns pelas 1000 visitas/dia em seu site.
Vc merece!!!
Beijos

Ellen Regina - facetasdemim disse...

Ana, o post comenta por alto que podem haver sanções caso sejam descumpridas as cláusulas referentes à guarda compartilhada, sem especificar exatamente o que dizem cada cláusula.

Para mim ficou um gosto de quero mais...

Igo Araujo disse...

pergunta: no caso a guarda unilatera, a parte que não fica com a guarda, tem q dar suporte financeiro? quer dizer... soa meio injusto não?

bjss

XecaClub disse...

interessante, boas informações e ótimo blog.

entra no meu tbm!
http://xecaclub.blogspot.com/

Huggy disse...

Blog muito bem escrito! Parabéns!

Euzer Lopes disse...

Pra começo de conversa: eu sou solteiro, sem filhos, mas acho que a guarda compartilhada é o sinal mais claro de "civilidade" entre pai e mãe para com o filho.
Esta coisa de pai e mãe ficarem disputando filho não passa de uma briguinha de egos pela disputa do amor do filho.
Ex marido, ex esposa, tudo bem, mas ex filho não existe. Filho é para sempre, e dos dois.
Aí, com que moral vão querer cobrar algo do filho quando ele crescer e fizer coisa pior?

Publisher Girl disse...

Ainda que a modernidade aponte a cada dia mais crianças que crescem com pais separados e independente de todo o amor que cada um dá, ficar pulando de um galho por outro certamente não deve fazer bem, não mesmo.

RodrigO [OsBunitãO] disse...

É muito importante os dois participar das atividades dos filhos, muito bom esclarecimento pois eu não entendo muito bem de leis! kkkkk
Ótimo seu blog, sempre que venho aqui aprendo algo util!
bjO

Fabrini Gadelha disse...

Sei não visse....
A guarda compartilhada é boa quando o antigo casal se dá bem depois da separação.

marcos disse...

Bom dia...parabéns pelo blog tem esclarecimentos ótimos ajuda bem quem está com duvidas,quanto a guarda compartilhada ainda bem que não preciso disso ainda rsrsr mais caso precisar ja sei com quem tirar minhas duvidas né?


abraçosss

Wander Veroni disse...

Creio que tds os pais que amam realmente os filhos deveriam entrar nesse esquema de guarda compartilhada, os filhos agradecem..hehehe.

Abraço,

=]

-------------------
http://cafecomnoticias.blogspot.com

Principe Encantado disse...

Penso ser uma excelente posição, pois assim menos influencias sofrem as crianças de qualquer que seja a parte etodos convivem dentro a razão. Muito bom seu post.
Abraços forte

Sissym disse...

Ana, eu tenho guarda alternada e não recomendo a ninguém. Só é bom e comodo aos adultos, para a criança é um terror. Quebra toda rotina dela e se tem briga entre as partes, corre o risco de um lado ficar usando a criança.

Não floreiem, a realidade é outra.

Bjs

Anônimo disse...

Glad to greet you, ladies and gentlemen!

We are not acquainted yet? It’s easy to fix,
friends call me James F. Collins.
Generally I’m a venturesome analyst. all my life I’m carried away by online-casino and poker.
Not long time ago I started my own blog, where I describe my virtual adventures.
Probably, it will be interesting for you to read my travel notes and reports about winnings and losses on this way.
Please visit my blog. http://allbestcasino.com I’ll be glad would you find time to leave your comments.