quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

A mulher, ao se casar, é obrigada a usar o sobrenome do marido?




Não, o uso do sobrenome do nubente (pessoa que vai se casar) é opcional, tanto pela mulher como pelo homem.
O nosso Código Civil, artigo 1.565, parágrafo 1º, determina que qualquer dos nubentes, querendo, poderá acrescer ao seu o sobrenome do outro.

Clique aqui para visitar o site da Advogada Ana Lucia Nicolau

41 comentários:

Moderador disse...

a
boaa

Márcio Ribeiro disse...

Olá Dra. Ana, já faz um tempo que não comento aqui, é sempre um prazer!

Quanto a esta regra, me parece bem coerente, já que não pode se impor algo, como no caso, a troca do sobrenome, mesmo que estejam casados formalmente.

No entanto, me parece que cada vez mais os casais, deixam de adotar esse procedimento da troca do sobrenome, como se tal procediento, tivesse se tornado, algo fora de moda.

Coisas dos tempos né.

www.comideiaseideais.blogspot.com

amandaedalete disse...

Que massa não sabia disso! *-*
Pensava que era obrigatorio ter o nome do marido ^^

Clóvis sivolC disse...

Ah q bom saber disso
vou me casar essa semana
e agora vou qrer manter meu nome oficial...
haaahahahhaahaha
tô bricandoooo....

Gostei mto do seu blog..
bastante informativo.
sempre q puder voltarei.
abçs.

Todo ralo da num Esgoto disse...

e os filhos?
existe alguma ossibilidade de ele nao ter nem o sobre nome do pai nem da mae?digo....nenhum sobre nome de familia?
pode ser uma pergunta boba...mas e a q me correu!

abraços
parabens pelas mil visitas

Gustavo Fialho disse...

eu tinha essa dúvida... e até acho melhor cada um manter o seu nome!

abraço!

Ricardo Winchester disse...

Legal saber....se minha noiva quiser vai ser opção dela!!! Embora gostaria que ela usasse meu sobrenome

Parabens pelo blog


Braz

Marcio Santos disse...

rs
e bom o povo se anter informado neh

http://paginadacomedia.blogspot.com

Noticias reais e curiosas, todas verdadeiras e com fonte.

-----------------------------------------
parceria?
marciosc1986@hotmail.com
Vamos ajudar a aumentar nossos ganhos, clicando nos adsenses de nossos blogs parceiros!

Duda disse...

eu nao vou usar sobrenome de marido nao, só se o sobrenome for lindo, ai simmm
rsrsrsr
http://diariodaminhavida-duda.blogspot.com/

Fábio C. Martins disse...

Gostei das dicas que você dá em seu blog. Às vezes é melhor navegar na internet à procura de informações rápidas do que ler o códico civil. ;)

Beijos

30 e poucos anos. disse...

acho q é mais uma questão de respeito ...

Augusto disse...

Essa pelo menos eu sabia hehehe...

Mas sempre muito boa as informações aqui presentes...

Gosto muito desse blog.

Mr. X disse...

Já sabia! Mas sempre ótimas informações!

http://ofatorx.blogspot.com/

kikinhah disse...

Oi...
Essa lei eu já conhecia, inclusive qd casei tive como escolher, mas como fui criada a moda antiga rs escolho assinar o sobrenome do meu marido!
Mas tem muita gente que desconhece isso...
BjOs

Entra lá no blog do meu marido, é novo ele dfez ontem pra dar uma forcinha rs...
http://ahoradochakal.blogspot.com/

Jonas Migotto disse...

interessante nao sabia disso
parabens pelo blog




------------------------------------
http://opsdagua.blogspot.com/

Alexandre disse...

Acho positivo isso.
Gostei muito do blog, utilidade pública!!

Evelyn disse...

Olá!
Muito legal saber!
Mas qdo casar vou querer ter o nome do meu marido...^.^

Bom,seu blog continua 10!
Beijinhuuus!

Beline Cidral disse...

N~ao fazia ideia de que era possivel agregar o nome da esposa tambem...

Bia *~* Ballu disse...

Eu não mudaria o meu. O dele tá a cargo dele ;)


http://alacarte-domeujeito.blogspot.com/

cincode5 disse...

eu não sabia do acordo, mas já pensava desta mesma forma... creio que ninguem é obrigado a ter que carregar por um tempo(enquanto durar o casamento) o sobrenome de seu esposo...
mas se ela nega, hein? deve ser ruim para o cara...
"não, não vou querer adotar seu sobrenome, ele é horrivel!"
heheh!! abraços

Fogo disse...

caro que não é obrigatório.

Jeff McFly disse...

Desde a entrada do novo código civil em 2002, essa antiga aberração jurídica caiu.

Hoje adota quem quer. esse negócio de sociedade machista já era desde 1988.

Enfim. Vamo que vamo!

nalinhadefundo disse...

Que Legal, nao sabia disso
;D
primeira vez que passo aqui no blog e gostei bastante, passarei sempre por aqui.

http://nalinhadefundo.blogspot.com/

Flá Romani disse...

Que bom... assim tem pra todos os gostos, com nome e sem nome

Juliana Valério disse...

primeiro,muito obrigada pelo comentario..seu comentario foi muito bom pra mim,me fez pensar que eu msm estou me prejudicando com esse meu medo,e que eu tenho que tirar isso da minha cabeça antes de mais nada..
gostei muito do teu blog..e sobre seu post..eu não tenho vontade de mudar meu nome não..

http://juliana-valerio.blogspot.com

Pedro Junior disse...

Eu já sabia disso, mas de qlqr forma é bacana, bem informativo!


http://visaocontraria.blogspot.com/

Pedro Bandoli disse...

Nem sabia!
=D

Natany Naira disse...

nossa nao sabia dessa informação
:)
se nao gostar do sobrenome do meu marido nao colocarei.
rsrsrs

Balinha disse...

Obrigada pela visita, uma honra.

Interessante seu blog, ajuda muita gente hein? Acho que advogados tem muita fibra, keep going girl!

Andrea Vaz disse...

Bom saber isso sobre os nubentes. E os filhos tem obrigação de receber o sobrenome dos pais???!

Sempre é muito bom visitar este blog!

Tenha um bom domingo!

Vinicius Yuri disse...

E pode haver uma troca?

O marido pega o nome dela e ela o nome do marido?

=)

ainda tá longe pra eu casar...

=P

http://greenbedroom.blogspot.com

André disse...

Engraçado que é sempre a mulher que acaba ficando com o sobrenome do marido. Eu pelo menos nunca vi casos que mostrassem o contrário. Talvez por uma questão de cultutra, não?

Obrigado pelo comentário no meu blog.

Tio Sam disse...

Ah,pode ser desnecessário,mas eu acho muito importante isso.
E os filhos vão receber o nome só do pai,ou só da mãe?

Rafael Tupiná disse...

nusss pra mim era obrigadoria pra mulher...

Wander Veroni disse...

Oi, Ana! Acho que essa coisa de unir os dois sobrenomes tem mais haver com a cultura do que com a legislação. Antigamente isso significava a união das duas famílias, mas...acho que os tempos são outros...hehehe.

Abraço,

=]

-------------------
http://cafecomnoticias.blogspot.com

Poeta das Nuvens disse...

uauuuuuu... qblog looshuoso... ce tá arrasando a blogsfera com ele! lindo mesmo....

e acho muito legal o homem tbm poder usar o sobrenome da querida... to procurando uma 'matarazzo de bragaça orleans' pra casar...

Diego disse...

Hummmm vou dependendo do sobrenome da minha futura mulher,irei usar o dela rsrsr

Dário Souza disse...

Que legal isso,pensei que so o homem podia passar o nome pra mulher

Alisson disse...

mas acho legal mudar o nome! tipo é uma coisa pessoal. acho bonito! ^^


www.dacordasuapaz.blogspot.com

Sissym disse...

Ana, em 1991 quando minha irma casou, o marido, alemão, queria muito ter o sobrenome de minha irmã, mas não podia, somente ela o dele. Ao ler isso só me lembrei do fato curioso.

Eu... nossa, quando finalmente sair o divorcio vou ter um trabalhão... sou mesmo OBRIGADA a retirar o sobrenome dele?!?!

Bjs

Voz do povo disse...

Ana, bom dia! Posso fazer uma matéria sobre o assunto e indicando esta postagem seu link está adicionado no blog Voz do Povo carlosrn31@yahoo.com.br bom dia.