quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Direito das Sucessões

Na postagem publicada em 19/02/2009 que trata sobre direito das sucessões, foram colocadas algumas indagações interessantes para serem esclarecidas.
O soublogueiro fez a seguinte indagação:
Para quem fica a herança de pessoa que é filha única, solteira, sem filhos, pais falecidos e que não fez testamento?
Essa situação é prevista com clareza no art. 1844 do nosso Código Civil que determina:
Art. 1844. Não sobrevivendo cônjuge, ou companheiro, nem parente algum sucessível, ou tendo eles renunciado a herança, esta se devolve ao Município ou ao Distrito Federal, se localizada nas respectivas circunscrições, ou à União, quando situada em território federal.
Clique aqui para visitar o site da Advogada Ana Lucia Nicolau

32 comentários:

André. disse...

as vezes eu nao entendo o que um blog com o seu, com mil visitas dia, todo bem feito e bem escrito faz neste joguinho do orkut. sou um analfabeto e sou excluido pelo justiça, enfim nao faço parte do brasil como um cidadao. acho bonita a lei mas ela nao chega em pessoas como eu. acho legal seu trabalho mas nao tenho muito a dizer - voce vive num mundo e eu noutro...no meu mundo somente os advogados criminalistas sao valorizados poi$ tem em suas maos a liberdade..depois o resto é somente tentar sobreviver um dia apos o outro...abraços

Emanuel disse...

Nossa seu blog melhorou muito da ultima vez que vim.
Post curtos e objetivos é o melhor para todos lerem e comentarem.

Italo Sena disse...

Legal, eu também tinha essa curiosidade...
Até logo o/

30 e poucos anos. disse...

E o município vai fazer o que com os bens? Leiloar? Pra quem fica o dinheiro ? Como fica contabilizado isso?

Wander Veroni disse...

Oi, Ana!

É estranho isso dos bens irem para o Estado, e não para um parente distante ou amigo. Por mais que seja mórbito ficar pensando em morte, acho que chega um momento em que se é preciso pensar que ninguém é eterno e pensar nessas coisas, quando se chega numa certa idade e forma um bom patrimônio.

Abraço

Marcelo Leite disse...

Muito bom o seu blog.
Parabéns

Evandro disse...

Pergunta: Se eu for o herdeiro mas eu nao estiver no testamento, posso reclamar?!

online-naweb disse...

Sou totalmente contra a devolução ao município.
Abraços

Sandro S. Sorte disse...

Essa informação eu já sabia!
Faz um tempão que não vinha no seu blog, agora vim!!
Abraços!!

Antonoly disse...

Muito interessante saber disso, gostei!

Dual disse...

ixiiiiiiii..ou seja..mais um azar..perdeu todo mundo e ainda perdeu o qe axava qe teria!

qe tenso!

Rafa de Souza disse...

ótimo post, parabens!

Marcio Santos disse...

Seu blog e 10!
mto uteis os topicos!!!!rsrs


atualize sempre t+

Se puder passa no meu blog:

http://paginadacomedia.blogspot.com/

LADY DARK ANGEL disse...

CHO Q O DINDIN DEVERIA IR A UMA ISTITUIÇÃO DE CARIDADES

Beline Cidral disse...

Ir para o Estado ão éoproblema, a questão é como a lei prevê a aplicção dos recursos oriundos de heranças.

Luccannus - Jesum Christum est semper! disse...

Que ia para o Estado eu já sabia. No entanto, tenho a mesma dúvida do Erick: como é aplicado o dinheiro ou os bens?
.
Beijos. Fique com Deus, na Paz.

Wellington disse...

Que dó! Se não tem para quem deixar herança imagine só o enterro! Ninguém! Até Brás Cubas teve 11 amigos por piores que fossem! =P

Canto do Lufa disse...

interessante

Dani disse...

ola..de visita no seu blog.
trata de assuntos importantes,e de interesse de muita gente,
parabens.

com o conteudo totalmente diferente do seu,esse é meu blog:
http://nadadelicada.blogspot.com/

nos visite se quiser..

Whógenor disse...

Muito legal o blog, para quem não tem noção dos direitos que tem , essa é uma boa iniciativa...
è bem curioso, pois como eu, existem vários que nao sabem dos prorpios direitos....

Muito legal e util mesmo...

visite

http://kaoskotidiano.blogspot.com/

jaka disse...

Dessa informação eu tinha conhecimento, agora e se o cabra não tiver nada, so dívidas, :p, será que o Município ou o Distrito Federal vai herdar e quitar as dívidas do infeliz? :P
Passa la em casa

Esconderijo disse...

Interessante essa questão. REsta saver como os bens serão repassados a sociedade, acho que isso devia ser mais transparente, sabe?

Gostei.

Um abraço.
http://escondidin.blogspot.com/

laurinha disse...

muito bom seu blog vc esta de parabens
bjss
;-)

THIAGO PAULO disse...

Sabe que gosto muito deste blog porque esse assunto é muito difícil. O lance da herança por exemplo é uma coisa que deixa todo mundo confuso.

Abraços...

Felipe Santos disse...

Pessoa filha unica sem marido ou filhos e com os pais falecidos? Oo

Deu até vontade de chorar

http://www.tudoqueeutilounao.blogspot.com/

Manúh =* disse...

olha eu concordo com o andré seu blog é de sucesso vc nem precisa divulgar tanto te adimiro sabe mais as vezes não entendo mt bem o que ker dizer é uma linguagem dificil

amandaedalete disse...

Aham! Agora esta explicado.
Esse seu blog é muito bom, bem exclarecedor. ;)

Guigo xD disse...

Tava com essa duvida também,bom e vc te-lâ esclarecido

http://ownedando.blogspot.com/

saga dos martins disse...

Interessante, sempre achei que seria de parentes , mesmo com um grau distante, exemplo prima em terceiro grau( se é que existe esse termo ).Sempre bom aprender algo.
Beijinhos!!
http://www.cgfilmes.blogspot.com/

Inez disse...

Já comentei aqui o quanto julgo importante este blog.

garra disse...

É estranho isso dos bens irem para o Estado, e não para um parente distante ou amigo. Por mais que seja mórbito ficar pensando em morte, acho que chega um momento em que se é preciso pensar que ninguém é eterno e pensar nessas coisas, quando se chega numa certa idade e forma um bom patrimônio.basicameite eh isso

se puder
http://sonabrisa.nomemix.com/

Dário Souza disse...

é semre bom passar aqui e ficar informado sobre situações juridicas