quinta-feira, 4 de junho de 2009

Qual regime de bens aplicado para regular a relação patrimonial na união estável?




Quanto à relação patrimonial na união estável, o nosso Código Civil, artigo 1.725, determina: 

"Na união estável, salvo contrato escrito entre os companheiros, aplica-se às relações patrimoniais, no que couber, o regime da comunhão parcial de bens."

Nesse sentido, os companheiros poderão indicar, através de contrato escrito, um dos quatro regimes de bens previstos no Código  Civil (artigos 1.658 a 1.688), para regular a relação patrimonial existente entre eles, que são:
Regime da Comunhão Parcial
Regime da Comunhão Universal
Regime da Participação Final nos Aquestos
Regime da Separação de Bens
Clique aqui para visitar o site da Advogada Ana Lucia Nicolau

38 comentários:

Felipe disse...

ótima pergunta,
ótima resposta...
informação é sempre essencial.

um abraço,
tenha um bom dia

http://garfosemdentes.blogspot.com/

K.Rafael disse...

Eu tenho seu blog add aos favoritos a algum tempo. Pretendo fazer direito :D

K.Rafael disse...

Legal. Um blog que parte do princípio de esclarecer dúvidas jurídicas. Esse é o único do gênero que conheço.

Esconderijo disse...

Interessante. Essa hora vai chegando e não sabemos muito bem como agir. Bela informação.

abs.

http://escondidin.blogspot.com/

Wander Veroni disse...

Oi, Ana!

Por isso que as pessoas devem ficar atentas sobre essa parte legal do casamento para não ter dor de cabeça depois. Gostei da explicação foi direta e objetiva.

Abraço

Cáah disse...

é sempre bom informar, pra galera ficar ligada.
casamento é bom mas pode sar mta dor de cabeça né?

Aflaudisio Dantas disse...

e eu me casar vai ser em separação total kda que lute para conquistar seu patrimômio

Fabricio bezerra da guia disse...

seu blog é bem util mesmo,não é atoa que seu site é tão visitado,parabens

Laryssa Mejía disse...

ããm.. posso ser sincera??? não gosto do seu blog.. por enquanto.. porque eu ainda sou uma menina de apenas 14 anos... quem sabe mais tarde você pode me ajudar por aqui, não é??
beijos....
ah.. mas pra quem se enteressa pelo assunto deve ser bem bom...

Reporter x disse...

sou muito leigo pra falar á respeitoo, mas essa pergunta levanta a questão das duvidas que as pessoas têm quando essa hora chega.

Carol Petry Matzenbacher disse...

Parabéns pelo blog, Ana Lucia.
Muito boa a ideia de colocar parte do teu trabalho aqui.

De Garagem
www.degaragem.com

Dona do Planeta disse...

Espero não precisar usar nenhum desses regimes =DD

Roni SkyDiver disse...

Nossa Rosangela, parece que o post foi escrito para mim. Ontem mesmo estava conversando com minha namorada (moramos juntos há 2 anos) sobre isto, vou falar pra ela. Parabéns pelo blog

CAC disse...

Muito bem respondido, um abraço que Deus te ilumine sempre.

Pádua disse...

Conheço muitos casos de casamentos que acabam em problemas na hora de separação de bens, é sempre bom saber como funciona a lei aplicada a isso.

Zone Core disse...

Muito legal esse blog...

caramba é muita informação. Adorei... Vou procurar mais post tem muito assunto que me interessa aqui.

Parabéns, um blog muito bem feito.

Anônimo disse...

Bem no meu caso prefiro que o que cada um tem antes da união é de cada um, mas o que construiram apó a união é dos dois.

BLOGdoRUBINHO
www.blogdorubinho.cjb.net

Brunna disse...

Olá, Ana Lucia.
Eu simplesmente ADOREI seu blog, eu estava querendo mesmo informações relacionadas a direito.
Gostei pois seu blog é diferente, com assunto sério e importante.
Eu tenho um sobre empreendedorismo.
Vou colocar no favorito..
Abraço

http://sucesso-empreendedor.blogspot.com/

Pobre Esponja disse...

Preciso de arrumar alguém primeiro (snif, snif), para depois me preocupar com isso...

abç
Pobre Esponja

Arlindo disse...

como sempre postando coisas bem uteis^^

Jovens Adventistas disse...

Só não entendo a questão dos aquestos.
Ana Lucia no caso de dois irmãos,um órfão do pai do útlimo casamento e o outro órfão de pai e mãe, filhos do mesmo pai... como ficaria a divisão de bens em ocasião do falecimento desse genitor. tem diferença na divisão da herança.

Nanni disse...

Informações pertinentes que nem sempre lembramos.

Parabéns

Neto disse...

Parabens pelo blog. Se puder visita o meu tambem:
http://www.sohhumor.blogspot.com

antoniopimenta disse...

Já estou aprendendo muitas coisas lendo o seu blog!

É um dos melhores blogs que eu visito!

Abraços

Marcelo A. disse...

Sempre tem briga envolvendo esse tipo de coisa, né?
Ótimo esclarecimento!

Plutonauta disse...

pena que a maioria não é assim estável.... onde se resolve tudo com calma e conversa .....

Zone Core disse...

Este blog possui.

4494 Comentários em 171 Artigos!

Artigo 171... Nada haver mas naum pude deixar de notar...

abracos!!!

ederdbz disse...

um blog mt bem escrito e com um layout bastante interessante.

Ana Lucia entende realmente do assunto e nos esclarece algumas dúvidas (apesar de eu, particularmente não ser mt ligado a este assunto)

Carlos Eduardo disse...

Olha..

Entendi bem por cima..
Acho que poderia explicar melhor as 4 opções,
mas tudo bem.. posso me dar ao luxo de não entender por enquanto.




http://putoanonimo.blogspot.com

ArthurFlash disse...

Hoje em dia é muito comum ver um casal tendo mais dores de cabeça por conta disso...

30 e poucos anos. disse...

Regime de separação de bens na minha opinião é a melhor alternativa

Rebeca disse...

Legal

Acesse: http://www.bebecamota.blogspot.com/

Francorebel disse...

Coisas importantes que todos devemos saber... aplausos!

Principe Encantado disse...

Ana muito bom seu esclarecimento pois é um tema sempre atual, e ficar informado sobre ele é muito bom.
Abraços forte

LISON disse...

Saudações!
Amiga Ana Lucia,
É mais um excelente artigo que você pública que vai ao encontro de milhares de pessoas, principalmente os que têm patrimônios e desejar lutar bravamente por sua guarda sob a luz do Direito.
Parabéns pelo excelente Post!
Abraços,
LISON.

Jânio disse...

Muito bom Ana, um artigo que nos deixa um pouquinha mais próximos de como funciona a lei.

Parabéns pelo post.

ABS

Claudine Ribeiro G. Netto disse...

Olá Ana, seu post é muito interessante, pois a lei vive mudando, vou informar a minha prima que se separou há alguns dias.


Bjs.

Sissym disse...

Eu terei uma audiencia sobre isso nesta proxima semana! Ainda bem que tenho como comprovar... uma guerra...